Carlos Fial @ 00:00

Qui, 09/09/10

Mais um passeio aos sixties. Uma banda que escusa apresentações, contextualizações, introduções, e outros "ções" que mais. Apesar de não ser um dos temas mais conhecidos destes mitras, é dos que maior carga intervencionista contém. Composta em 69, do album "In Rock", baseou-se numa melodia de uma musica dos "It's a Beautiful Day", (uma das bandas pioneiras na mistura do jazz com o clássico e com o rock que um dia trarei aqui à liça) sendo forte tema de censura à Guerra do Vietname. Há muito que saiu do reportório dos concertos dos sujeitos por razões óbvias. Digamos que os "orgâsmicos alaridos vocais" do sr. Ian Gillan com o tempo, compreensivelmente, deixaram de ser orgâsmicos e de alarido perderam tudo... Adiante. Dez minutos de obra prima, com um solo de guitarra, daqueles a que me vergo e prostro, e faria a devida saudação ao sol não fosse o reumático. O Abraço.

 


Bandas:

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

“A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende” Arthur Schopenhauer
Pesquisar
 
Arquivo
Bandas

todas as tags

subscrever feeds