Diogo Filipe Sousa @ 00:00

Qua, 04/08/10

Letra:

Descapotável pela ponte o cabelo a voar
o calor abrasador e a pressa de chegar
óculos escuros da rayban e o cantante a partir
a cassete dos ramones para a gente curtir

Aqui vou eu
para a costa
aqui vou eu vou cheio de pica
de Lisboa vou fugir
vou pó sol da caparica

Abancados na esplanada mesmo à beira do mar...
cerveja na mesa para refrescar
ao longo da praia sob o sol de verão...
as miúdas da costa sao uma tentação

por isso vou
para a costa
por isso vou cheio de pica
viro costas a Lisboa
vou pó sol da caparica

e assim vamos gozando as ferias de verão...
tenho o sol da caparica mesmo aqui à mão

Aqui vou eu.uhhhhhhh
aqui vou eu..uhhhhhhhh

de Lisboa vou fugir...vou para o Sol da Caparica


Bandas:

“A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende” Arthur Schopenhauer
Pesquisar
 
Arquivo
Bandas

todas as tags