Diogo Filipe Sousa @ 00:00

Qua, 26/05/10

Por mais voltas que a sua musica dê, ele será sempre o Capitão Romance ou Ouvi Dizer dos Ornatos Violeta, mas Manuel Cruz, depois do final dos Ornatos Violeta, continua activo e bem activo.

Em 2004, na pele de Pluto, edita Bom Dia, mas a maior surpresa surge 4 anos depois. Retrocedendo na história, já em 1998 Manuel Cruz cantava e compunha para a sua vertente Foge Foge Bandido mas só 10 anos depois lança o seu disco com lado A e lado B, intitulados de O Amor Dá-me Tesão e Não Fui Eu Que Estraguei, respectivamente. Do álbum destacam-se músicas como Canal Zero, Borboleta, Ninguém é quem queria ser, A sina da cisma, Canção da Lua e esta música que hoje vos trago, Quem Sabe:

Letra:

 

quem sabe eu nem vos quero bem

 quem sabe eu nem sou ninguém

quem sabe eu não sei quem

quem sabe eu sou quem queria ser

quem sabe eu nunca o vou saber

quem sabe eu sou bem melhor

quem sabe o medo é minha cruz

quem sabe o medo é meu motor

quem sabe o medo é luz

quem sabe eu não estou só a tentar desesperadamente uma razão para seguir ou para não parar

pois tudo se passa sem eu ver




Pedro Pereira @ 00:07

Qua, 26/05/10

 

há quem diga que o mundo está como está porque "os génios vivem cheios de dúvidas e os tolos cheios de certezas"...


Diogo Filipe Sousa @ 18:22

Qua, 26/05/10

 

Pedro,

esse teu coment diz quase tudo da musica...
Contudo, esta musica toca-me especialmente por outros motivos ;)

“A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende” Arthur Schopenhauer
Pesquisar
 
Arquivo
Bandas

todas as tags