Carlos Fial @ 00:00

Qui, 20/05/10

Quando a música e a poesia se encontram. Esquizofrénico. Claustrofóbico. Aos tombos com os Blues, anda este australiano há quase 30 anos. O poeta constantemente acompanhado por uma brilhante banda, com panos de fundo que vão do mais profundo desespero à quase demente devoção religiosa. Supernaturally é faixa do disco “The Lyre of Orpheus” de 2004. Sonoridade eléctrica, mas diversificada na instrumentalização, onde os violinos sujos lhe conferem o aroma mais... frenético. Merece pesquisa dos mais interessados. O Abraço.



“A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende” Arthur Schopenhauer
Pesquisar
 
Arquivo
Bandas

todas as tags