Tomás Esteves @ 00:00

Sab, 29/01/11

 

Entrei no teu jogo, Como um Louco
Fui ingenuo e tu tão fatal

 

Joguei-me todo e foi tão pouco
O amor é o teu instinto mais cruel

 

Enquanto te sigo melhor me faço o teu troféu

 

Entrei no teu jogo como um louco

Eu sou o teu escravo mais leal

 

Ordena que te ame

E odeia quando falho

mas usa, abusa de mim 
e eu serei feliz até ao fim

 

Marquei as unhas no corpo,
tornei-me um bicho irreal.

 

Infectei o lugar onde me punhas,
O amor é este monstro final

 

Gostas do teu trofeu erguido neste inferno.

 

Marquei o corpo com as unhas,

Pus-me louco tão original

 

Ordena que te ame,

E odeia quando falho, 
mas usa, abusa de mim e eu serei feliz,
até ao fim.

 

Ordena que te queira,
E odeia quando paro,
Leva-me, arrasta o meu corpo,
Desfeito em pó.

 

Ordena que te ame,
E odeia quando falho, 
mas usa e abusa de mim e eu serei feliz,
até ao fim

 

Ordeno que me odeies
Olho porque sofras
Do que uso e abuso é sempre assim
Morrerá por mim

Ordeno que me odeies
Amo que tu sofras
Do que uso e abuso é sempre assim
Morrerá por mim


Bandas:

seekingbeautyindissonance.blogspot.com @ 23:30

Seg, 31/01/11

 

Esta música é fenomenal.
:)

“A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende” Arthur Schopenhauer
Pesquisar
 
Arquivo
Bandas

todas as tags