Carlos Fial @ 00:00

Qui, 30/12/10

Quando as canções de luta se tornam canções de amor. Musica de Piazzola, esse deus que paira sobre o monte de outros térreos deuses. Letra dum senhor de nome Pino Solanas, cineasta e político Argentino. Um poema alusivo aos tempos da ditadura no país de Maradona, ( e por este andar de 90% da equipa do Benfica, mas sempre temos Jesus... adiante... ) falando de tempos de exílio num país de "cielo al revés". A voz não poderia ser outra: "El Polaco" como é conhecido, apesar de argentino de gema. Mas... É Piazzola... É calor de "Bandoneon"... É....  A dois... Sempre a dois...

 

O Abraço, adicionado aos utópicos votos de um "bom" ano... ou que quer que seja...

Saúde gente.



“A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende” Arthur Schopenhauer
Pesquisar
 
Arquivo
Bandas

todas as tags