Pedro Pereira @ 00:00

Dom, 24/10/10

Escrevo este post ainda com resquícios da pele de galinha que o concerto de Quinta-Feira (Foge Foge Bandido) me provocou. Ver ali, tão perto, um dos melhores artistas portugueses, cuja combinação de palavras e palavras e acordes já tanto em mim despoletou, é coisa para comover.

Sim, o Manel Cruz existe - em carne e osso.

E desculpem este histerismo. Afinal, sou um adolescente, e isto é coisa própria da idade.

 

 



De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

“A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende” Arthur Schopenhauer
Pesquisar
 
Arquivo
Bandas

todas as tags

subscrever feeds